Elevador da Glória (25)

SOBEM

Maria de Lurdes Rodrigues
A subida de Portugal ao 21.º lugar da lista de 33 países da OCDE, após os testes de Leitura, Matemática e Ciências a que se submeteram os nossos alunos, sendo mérito principal das escolas, ratifica igualmente as decisões de uma ministra incompreendida pelo estilo e pela defesa intransigente doas políticas em que acreditava. Algumas, pelo que se vê, estavam certas.

Isabel Alçada
A ministra da Educação avançou finalmente com a aplicação nas escolas, no próximo ano letivo, do Acordo Ortográfico. A indecisão na entrada em vigor da nova ortografia animava os resistentes encartados à evolução da língua e criava no país a ideia de que a água desse rio poderia ainda vir a correr da foz para a nascente. Assim, acaba-se de vez com a teimosia.

Júlia Pinheiro
A “Casa dos Segredos” nada mais fez do que reforçar o perfil popular da apresentadora, agora contratada pela SIC precisamente para liderar o contra-ataque aos programas que permitem à TVI liderar as audiências. Não é uma Oprah, mas simplesmente uma Júlia e à moda da casa. Longe vão os tempos do “Praça Pública” e do que parecia ser e não era.

DESCE

Carlos César
Tem todo o direito de gerir os recursos que a autonomia lhe confere e de “compensar” os cortes salariais dos seus funcionários. Com isso, confirma que os açorianos fazem bem em confiar nele e que os continentais, que todos os anos cobrem com 350 milhões de euros dos seus impostos o défice da região, dificilmente algum dia o aceitarão por cá.

Elevador da Glória, publicado na edição impressa de Record de 11 dezembro 2011

Partilhar

Os comentários estão fechados.