Elevador da Glória (19)

SOBE

Eduardo Catroga
Saltou do armário onde a República fecha, como imprestáveis, alguns dos seus grandes ministros das Finanças, como Medina Carreira, Ernâni Lopes ou Miguel Cadilhe, para liderar o grupo de trabalho do PSD que se propõe “remendar” as medidas de austeridade do Governo para 2011. Veremos se o seu mérito e patriotismo voltarão, ou não, a poder servir o País.

DESCEM

Jorge Lacão
Duvida-se que mesmo no dia em que o PS passe à oposição Portugal fique livre de uma vez deste político truculento e inconveniente que sempre chama a si o cetro da verborreia e do cacete. Num tempo em que até os ateus rezam por um acordo que não piore ainda mais a nossa situação financeira, o ministro insiste em lançar as sementes do ódio e da descrença.

António Nogueira Leite
Este Lacão do PSD aparece também nas piores alturas – que para ele são todas – a cantar a desgraça e a espalhar o vendaval na política. É pena, para os portugueses, que os sociais-democratas não entendam as vantagens de, ao menos nesta fase, contrapor à violência verbal do contendor a serenidade e a postura de Estado que desapareceram da vida pública.

António Martins
Apodrece a última grande referência dos cidadãos, parece ter-se afundado também no mar da tempestade social a equidade da magistratura – e o seu bom senso. As acusações do líder da Associação Sindical dos Juízes, que considera retaliação dos “boys” os cortes de rendimento da classe, numa altura em que todos os portugueses se veem atingidos, são inaceitáveis.

Elevador da Glória, publicado na edição impressa de Record de 23 outubro 2010

Partilhar

Os comentários estão fechados.