Elevador da Glória (11)

A SUBIR

Pedro Santana Lopes
Atravessa o deserto com inteligência, procurando consensos e tentando fazer esquecer os tempos nefastos do voluntarismo. Ganhou com o Congresso do PSD: ao propô-lo e ao não cair na tentação de escolher e dividir.

Teixeira dos Santos
Desmultiplicou-se em intervenções, tentando a quadratura do círculo: é preciso cortar mas continuar a investir e retirar apoios sociais sem lançar o país no caos. Fazer omeletas sem ovos e aturar esta gente é o seu pesado fardo.

Pedro Passos Coelho
Parte para o ato eleitoral social-democrata com uma vantagem clara nas sondagens, embora não se possa fiar na Virgem. A metralheta falante e a sua inseparável caixa de mensagens podem conseguir ainda o volta-face.

A DESCER

Rui Pereira
O ministro da Administração Interna é o responsável político pelo desaire operacional que redundou na vergonha, para Portugal, dos confrontos de claques em Alvalade, facilmente previsíveis mas que ninguém foi capaz de prever.

Elevador da Glória, a publicar na edição impressa de Record de 20 Março 2010

Partilhar

Os comentários estão fechados.