Elevador da Glória (1)

Cavaco Silva
A sua boa estrela política parecia tê-lo abandonado de novo mas o amuo morreu no ano velho. No primeiro discurso de 2010 o PR acertou na mouche e os partidos do poder, fragilizados, desfazem-se em vénias.

José Sócrates
De ameaça de escândalo em ameaça de escândalo, o primeiro-ministro vai somando vitórias: à noite a da Educação, de manhã a do casamento gay. Um mérito ninguém lhe pode tirar: o de saber escolher os ministros.

Isabel Alçada
Com o seu ar de autora de histórias infantis, incapaz de partir um prato, a ministra da Educação conseguiu, com os professores, o acordo histórico que a sua antipática antecessora inutilmente adiou.

Aguiar Branco
O braço-direito da líder do PSD ora aparece com um discurso duro que mete o partido do Governo em sentido, ora se perde em declarações frouxas e reveladoras de que na dureza sempre se pode dar um jeitinho.

Elevador da Glória, publicado na edição impressa de “Record” de 9 Janeiro 2010

Partilhar

Os comentários estão fechados.