Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Ele há claques e claques…

O leitor Orlando Valadas, de Setúbal, envia-me um recorte do jornal “O Setubalense” em que se cantam as virtudes do convívio entre claques no último Olhanense-V. Setúbal, disputado no estádio José Arcanjo, em Olhão.

Como não podia limitar-se a enviar-nos o texto assinado por António Elias, o sr. Orlando Valadas pede a divulgação, salentando a diferença para “as claques dos três chamados grandes”, mas deixando também o seu veneno: “…embora veja nisso alguma dificuldade face à submissão, respeito e obediência que a grande maioria dos jornais desportivos portugueses têm por esses clubes de futebol”.

Se o “respeito” é óbvio, a “submissão” minha ou do Record já é zero e a “obediência” então seria mesmo ofensiva se… nos ofendesse quem quisesse. Aqui fica o texto para quem possa interessar e ponto final.