E se a moda pegasse em Portugal?

Portal Imprensa » Últimas Notícias
Publicado em: 13/04/2010 15:23
Repórter processa emissora dos EUA por ambiente hostil de trabalho

Por Sílvia Dutra/Em colaboração ao Portal IMPRENSA, dos EUA

 
 

Após quase dez anos de manobras legais começou na última segunda-feira (12), numa corte do Brooklin, em Nova York, o julgamento do caso da ex- repórter Adele Sammarco, que está  processando executivos  da emissora de televisão NY1, pertencente ao grupo Time Warner. 
Ela acusa o editor Peter Landis, a gerente de recursos humanos, Elizabeth Fanfant, e o vice presidente, Steve Paulus, por não a terem protegido de um ambiente de trabalho hostil. 
Adele afirma ter perdido o emprego há nove anos, por reclamar de assédio sexual. Ela teria sido agarrada e beijada a força por outro repórter, cujo nome não foi divulgado, e ridicularizada por montagens fotográficas que circularam na emissora. E uma das imagens, ela aparecia com seios enormes. Na outra, estava com o zíper da calça aberto, enquanto um técnico da emissora tentava fechar a lacuna da roupa usando um alicate. 
“Estou aliviada que, finalmente, meu caso está sendo avaliado pela Justiça, depois de quase dez anos de demora. Acredito que ninguém deve sofrer abusos dessa natureza no ambiente de trabalho”, disse Adele, que recusou uma oferta da emissora de US$ 200 mil para não levar o caso adiante. 
Os executivos alegam que ela teria sido demitida porque a qualidade de seu trabalho deixava a desejar. Na véspera do julgamento, a emissora contratou uma agressiva e experiente advogada, Bettina Plevan, para comandar a equipe jurídica que cuida de sua defesa.  

 Adele Sammarco

Partilhar

Os comentários estão fechados.