Dossier has been – Eu, não fumador inveterado…

Hoje quero divulgar esta foto, velha de 26 anos. Nela se podem ver duas equipas de jornalistas que, em Maio de 1984, no Estádio do Restelo, disputaram um jogo de futebol que opôs fumadores a não fumadores, sob o patrocínio do Instituto Português de Cardiologia. A campanha designava-se “Maio, Mês do Coração”.

Já não recordo alguns dos nomes desses companheiros, pelo que vou referir apenas os que me vêm à memória. Em baixo, o primeiro da esquerda é o António Magalhães, meu querido companheiro aqui na direção de “Record” e então jovem estagiário no “Off-Side”. O segundo da direita, em pé, é o Eugénio Alves, com quem tive o privilégio de trabalhar no “Diário de Lisboa”.

Também em pé, e primeiros a partir da esquerda, estão dois camaradas que muito estimo: o “guarda-redes” Rui Raimundo, repórter-fotográfico de “A Bola” (e também ex-“Off-Side”), e o veterano Carlos Arsénio – da equipa de “Record” e com quem estive em Telavive (e em Jerusalém e em Belém e no Mar Morto…), em 1981, para a cobertura de um Israel-Portugal (4-1) de má memória.

Ao meio da foto, tenho à minha esquerda essa grande figura da Medicina que é o prof. Fernando Pádua e outro magnífico ex-companheiro do “Diário de Lisboa”, o Orlando Dias Agudo. E à minha direita vêem-se outros dois enormes jornalistas, que leio e ouço sempre com a maior atenção: o José Manuel Freitas, hoje em “A Bola”, e o José Augusto Marques, atualmente na SIC.

Sei que há quem me critique pela divulgação deste tipo de fotos. Por ser sinal de “velhice”, dizem, por ser “has been”. Errado. O problema não está em ser velho, mas sim em não ter vivido. Para quem nada tem para mostrar isto deve ser, de facto, uma chatice. Azar! E quanto ao “has been”, aí temos este blog, este site, este “Record”, para provar precisamente… o contrário. Deixem lá o “has been” para daqui a mais uns anos…

Partilhar

Os comentários estão fechados.