Deixemos trabalhar Marco Paulo!

O Belenenses tem um problema grave: não marca golos. Desiludido com Diawara, um lutador incansável, rescindiu com o francês mas manteve Tiago Caeiro, que não é jogador para a I Liga. Rambé, que regressou agora, é melhor. Bem, um pouco melhor. Quanto a Linz, é um globetrotter do futebol e não sei até que ponto estará para se maçar muito… Perdeu-se a possibilidade de contar com um empréstimo como o de Cissé, que o Sporting emprestou ao Arouca. Não o cederia ao Belenenses se tivesse havido interesse?

Quanto ao técnico, assustam-me um bocado as “sugestões” que vejo nas redes sociais, assim uma espécie de tototreinador que poderia acabar como na época de 2011/12, em que viemos pela classificação abaixo, na Liga secundária, até se entregar a equipa a Marco Paulo, que a levou ao 5.º lugar. Se tem chegado mais cedo, teríamos subido de divisão um ano antes. Não entendo, por isso, porque não serve o atual treinador, que tem ainda a vantagem de prosseguir o trabalho meritório de Van der Gaag.

No último jogo que vi, frente ao Estoril (1-1), o Belenenses jogou com atitude e velocidade, praticamente taco a taco com o 4.º classificado do campeonato e no terreno deste. Espero que se reforce a equipa de acordo com as possibilidades e se dê condições de trabalho a quem já deu provas. As aventuras e os nomes tirados nas rifas iam acabando com o Belenenses!

Partilhar

Os comentários estão fechados.