Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Cristina Ferreira e Rita Pereira podem esperar sentadas

A presença de Cristina Ferreira, acionista e administradora da TVI, no Jornal das 8 – para promover um livro que é um projeto seu – constituiu um sério aviso aos faróis da deontologia jornalística: se um dia ela mandar na informação da estação, a independência editorial corre o risco de ser esmagada por critérios cor de rosa.

No seguimento de uma caótica conferência de imprensa, a nevrótica conversa da também diretora de entretenimento do canal de Queluz com José Alberto de Carvalho assentou no mesmo equívoco do ridículo pela “perseguição” da Cofina a sua divindade e da revolta pelos insultos nas plataformas informáticas, com pedido de debate (?) no Parlamento – como se a maioria das pessoas quisesse saber disso para alguma coisa ou não houvesse mais nada que preocupasse os portugueses.

Em vez de se armarem em vítimas, Cristina Ferreira e Rita Pereira, como qualquer outra figura, pública ou anónima, podiam bloquear num ápice a tampa do esgoto das redes sociais, deixando de ser incomodadas com javardices. Mas não o fazem – porque isso lhes estragaria o negócio – e querem silenciar os energúmenos por via administrativa. Terão de esperar sentadas. E se for um caso de medicação, é melhor mudá-la.

Antena paranoica, Correio da Manhã, 5dez20