Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Como é diferente o trabalho em Portugal…

Em Portugal, 80 empresas fecham em cada dia, o desemprego sobe assustadoramente, a instabilidade social ameaça tornar-se explosiva.

Em Angola tudo é diferente. Há trabalho com fartura e trabalhadores a menos. O simples facto de um funcionário se sentir “incomodado”, permite-lhe faltar ao serviço. Ou, mesmo, desaparecer, levando as entidades patronais a publicar anúncios nos jornais em busca dos “desaparecidos”.

Eis um elucidativo recorte do “Jornal de Angola” da passada segunda-feira, dia 5…