ASAE voltou do estado de hibernação: obrigado, Ljubomir!

Não há Globos de Ouro, curiosidade pelas fatiotas do nosso “beautiful peoplezinho” ou calhandrice pela vida alheia que resista aos 1,4 milhões de telespectadores – e liderança destacada das noites de domingo e da semana – que insistem em premiar “O pesadelo na cozinha”, de Ljubomir Stanisic e da TVI.

A audiência do programa segue tão alta e a porcaria que nos mostra continua tanta que o alarme social pôs fim ao estado de apatia da tradicional hiperatividade da ASAE, que parecia desaparecida em combate. Há agora sinais diários do regresso aos velhos tempos em que só a menção da temível sigla precedia a fama dos inspetores, e punha os nervos em franja aos industriais badalhocos e amiguinhas prediletas: as baratas em férias no esterco das cozinhas. Que não adormeça a ASAE quando o “chef” jugoslavo se calar!

Termino com uma palavra de admiração por Iva Domingues, que aos 40 anos deixa a sua zona de conforto para enfrentar um novo desafio profissional longe de Portugal. Aprecio a coragem e entendo o desencanto: sem as oportunidades que a sua qualidade merece, é menos dura a decisão de partir rumo ao desconhecido do que o exílio de ficar, para o resto da vida, na sombra da santinha da ladeira. Boa sorte!

Antena paranoica, Correio da Manhã, 27MAI17

Partilhar

Os comentários estão fechados.