Antena paranóica: um autarca exemplar

Todas as manhãs, enquanto me preparo para sair de casa, vejo mais ou menos pelo canto olho o trabalho de dois apresentadores que aprecio: Jorge Gabriel, na RTP1, e Manuel Luís Goucha, na TVI.

Divirto-me, por exemplo, com o humor do professor Pinto da Costa – aquilo deve ser de família… – ou com o estilo despretensioso de Goucha, cuja capacidade para rir de si próprio é talvez o grande factor do seu sucesso.

Na última quarta-feira, o “Você na TV” prendeu-me a atenção por mais uns minutos, ao divulgar o caso do presidente da junta de freguesia de Midões, no concelho de Tábua, que doa o seu salário, de 270 euros mensais, a instituições locais de solidariedade social ou a famílias em situação difícil.

Parece uma verba insignificante, mas é da soma de várias “insignificâncias” que por vezes se fazem fortunas, algo a que José Alberto Pereira, de 57 anos, renunciou, por vocação para ajudar e genuína preocupação com os problemas dos seus conterrâneos e do lugar que o viu nascer.

Num tempo em que só o que se tem parece contar, o exemplo de um homem que se despoja para servir é simplesmente admirável.

Nota importante: não sei a que partido pertence este autarca-modelo, nem quero saber. Voto nele e pronto.

Antena paranóica, crónica publicada na edição impressa do Correio da Manhã de 13 novembro 2010

Partilhar

Os comentários estão fechados.