Antena Paranóica: Os saloios do “Preço Certo”

Em oito anos no ar, o “Preço Certo” lidera os tops de críticas arrasadoras que qualquer programa de TV possa ter tido, aqui ou em Marte. E com razão de ser, já que boa parte dos doutores que se dedica a esse tipo de análise pertence a um povo e os telespectadores pertencem a outro.

Confesso que me interesso mais pelos atributos profissionais das assistentes do concurso da RTP1 do que pela elegância discreta do apresentador, que isto da idade traz-nos estes desvios de personalidade. Mas como faço parte daquela maioria de portugueses que se identifica – para o melhor e para o pior – com esta terra e com esta gente, quero sublinhar o enorme talento com que Fernando Mendes e Miguel Vital nos divertem, divertindo-se. Eles marcam uma era na televisão que o futuro recordará.

Claro que se trata de critério largo, o meu, aplicado a um programa popular virado para os gostos de pessoas simples, e não o crivo curto com que os pseudo-intelectuais debatem o seu umbigo, em insuportáveis arengas que ninguém quer ouvir. Mas Portugal é assim, uma imensa feira de saloios como eu, e pequenos faróis de sabedoria dispersos por aí, a doutrinar. Também não os dispenso, adoro cómicos que se levam a sério.

Espeeeectáculo!

Antena Paranóica, publicado na edição impressa do Correio da Manhã de 17 setembro 2010

Partilhar

Os comentários estão fechados.