Anormais de agosto

A imagem da semana que retenho é a de um ex-primeiro-ministro a empurrar uma cadeira de rodas com a mesma determinação e capacidade de enfrentar momentos difíceis com que durante quatro anos conduziu os destinos do país – seja qual for o nosso julgamento individual sobre a dimensão dos seus méritos e deméritos.

Uma imagem, aliás, que não foi poupada – nem essa – aos comentários escabrosos dos energúmenos à solta nas redes sociais, que por minutos mudaram o foco do que achavam de facto mais relevante: a foto de uma adepta do Benfica, retirada da transmissão da RTP1 da final da Supertaça, um breve plano que o realizador Ricardo Espírito Santo deixou ir para o ar. E o que tinha de extraordinário essa imagem? Exibia – pasme-se – uma parte do peito da senhora, que se adivinhava apenas sob a camisola justa. Nada mais se via.

Pois o realizador pediu de imediato desculpa e a fã benfiquista teve de fechar a sua conta no Facebook, tais foram os impropérios dos anormais do costume. Enquanto isso, funcionárias da estação de serviço público vão recorrendo a generosíssimos decotes na apresentação de programas em direto, sem que isso agite a indignação puritana. Talvez seja do calor e do querido mês de agosto.

Antena paranoica, Correio da Manhã, 12AGO17

Partilhar

Os comentários estão fechados.