Agressão a Pedro Proença “inspirada” nas imagens de Inglaterra?

As imagens dos díscolos ingleses a agredir e roubar as populações indefesas constituem um poderoso descarregador de adrenalina nos energúmenos de todo o Mundo. Tal como as imagens do fogo que incentivam os pirómanos a atear novos incêndios.

Não sei se terá sido esse o caso do autor da torpe agressão a Pedro Proença ou se lhe terão bastado os repetidos “incentivos” que dirigentes desportivos com mais responsabilidades têm espalhado nos últimos anos em discursos que nada mais são do que apelos ao pior que o ser humano tem dentro de si.

Quem despeja combustível em cima de uma fogueira faz o mesmo que quem utiliza a irracionalidade das emoções para criar situações de vantagem imediata que se tornam depois incontroláveis. Mas ninguém tem em conta que estamos, todos, sentados sobre um barril de pólvora?

Passe curto, crónica publicada na edição impressa de Record de 10 agosto 2011

Partilhar

Os comentários estão fechados.