Afinal havia outro: Jesus não perdoou a Sidnei

A escolha dos jogadores do Benfica que vão alinhar de início contra o PSV prova que está certa a manchete de hoje de Record: Jorge Jesus perdoou os erros recentes de Roberto e de Cardozo, que vão ser titulares.

Para quem pensava que o perdão acabava aqui, Jesus reservou, no entanto, uma surpresa… Afinal, havia outro: Sidnei. A entrega da bola a Falcao, que ficou isolado e só por milagre não marcou, no último Benfica-FC Porto, continua bem viva na memória do treinador dos encarnados. E Sidnei vai ver a partida do banco.

Moral da história: Jesus só tem é fama e não é assim tão misericordioso como o pintam.

Partilhar

Os comentários estão fechados.