Afinal, como jogador, José Mourinho também era bom de bola…

Uma crónica assinada pelo jornalista Carlos Arsénio, na edição de Record de 21 de fevereiro de 1984 , prova que José Mourinho, então ao serviço do Sesimbra, tinha qualidade como jogador de futebol – “exímio” é mesmo como o classifica o antigo chefe-de-redação de Record – ao contrário da ideia feita que o dá como predestinado apenas para… treinador.

                           

Partilhar

Os comentários estão fechados.