Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Administração da Cofina reconhece publicamente o meu trabalho

De: Luis Santana
Enviada: quarta-feira, 17 de Julho de 2013 11:44
Para: Geral
Assunto: Agradecimento

Passaram 10 anos e até parece que foi ontem que conheci o Alexandre Pais e lhe entreguei um enorme desafio: assumir a direção editorial do Record com o objetivo de fazer do jornal um produto DIFERENCIADOR, requisito identificado como fundamental para a evolução da publicação.

Desafio aceite, cedo percebemos que a escolha superava a ambição criada. À capacidade criadora aliava-se uma esclarecida capacidade de gestão, fator determinante para a vida do Record nesta ultima década de dificuldades imensas.

Com muito esforço, rigor e dedicação se fez o caminho que hoje nos deixa o legado de um Record líder em circulação, líder em audiências e sobretudo líder na capacidade de antecipar tendências. Tudo isto num mundo virado do avesso que obrigou a tomadas de decisão difíceis mas inevitáveis e verdadeiramente corrosivas do bem-estar de quem as definia e implementava, mossas irreparáveis que o Alexandre nos confidenciou não querer repetir.

Na hora de nos deixar, fica a sensação de só se perder a presença física diária do profissional porque a impressão digital garantidamente perdurará na história do jornal Record e do Grupo Cofina.

Em meu nome pessoal e da Administração da Cofina deixo um enorme abraço de reconhecimento pelo trabalho feito pelo Alexandre e o desejo sincero de que tudo corra pelo melhor nesta nova fase da sua vida.

Luis Santana

Administrador
Cofina Media