Acabaram os insultos neste blog

Peço desculpa aos leitores que me davam o prazer de opinar sobre os meus posts pela decisão que tive de tomar de suspender os comentários neste blog.

É que alguns deficientes mentais – ou pelo menos gente mal formada ou com desvios de personalidade preocupantes – faziam desta mesa de debate uma oportunidade para dizerem mal do jornal (sendo óbvio que preferem outros) e insultarem, quase todos anonimamente, os seus jornalistas e o diretor. E mesmo sabendo que essas opiniões não seriam publicadas, punham-se a escrevinhar, com uma dedução do género “não publicas mas lês”.

Ora, dispondo eu da possibilidade de ter alguém para fazer essa triagem, não me parece justo sujeitar outra pessoa ao pesadelo de suportar tantas declarações de ódio e estupidez. E assim sendo, continuarei a publicar aqui o que entender – este blog. como já expliquei, não se destina a atiçar a clubite aguda ou a satisfazer paranóias e frustrações – e a ter apenas as visitas dos que apreciarem tanto as minhas banalidades como algo de relevante que possa escrever.

Quanto aos outros, vão ter que ir destilar o fel para outro lado. Aqui, já não se safam.

Partilhar

Os comentários estão fechados.