Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

A réplica insensata de Cristina Ferreira

As audiências não enganam. E no último domingo, com 4,6% de “share” – quase metade do da RTP1… – a CMTV arrasou os 2,7% dos três concorrentes do cabo, juntos. Da mesma forma clara, o terceiro episódio de “All Together Now” ficou sem 189 mil espectadores em relação ao segundo, que já havia perdido 166 mil para o primeiro. Resumindo: em duas semanas, o superpromovido programa da TVI viu fugirem-lhe 355 mil espectadores, enquanto o “share” descia de 28,4% para 22,8%, e no ranking diário alcançava apenas o sexto lugar. É mais uma derrota estrondosa de um deslumbramento que faz da propaganda, trunfo, como se o público fosse parvo.

Enquanto em Queluz se lambiam as feridas, Cristina Ferreira pavoneava-se no Dubai, ora dentro de água, a dizer que estava quentinha, ora de vestido de noite, a sair para jantar. Não, não é o inimigo, é ela própria que se vangloria, no Instagram, da sua qualidade de vida – merecida, o que é outra conversa – em réplica insensata e inútil aos falhados das redes sociais. E o pior é Cristina não perceber que a ostentação de “riqueza” a vai afastando não dos invejosos, reféns no seu triste mundo, mas dos que a admiram – o que acaba por se refletir nas audiências. Acordai, majestade.

Antena paranoica, Correio da Manhã, 27mar21