Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

A laranja está partida: melhor para Portugal


Portugal tem amanhã uma oportunidade soberana de voltar a vencer a Holanda, uma equipa recheada de estrelas, estrelas a mais. É que o “grupo de trabalho” laranja está partido após as duas derrotas, já que os barões menos utilizados culpam os outros, e naturalmente o selecionador, pelo insucesso da companhia.

V an der Vaart, que o Real Madrid em boa hora despachou para o Tottenham, tem sido dos mais ativos fora de campo e não cala a sua “indignação”. Ótimo, quanto mais se zangarem, melhor para nós.

Se não nos pusermos com medos e contenções, minhoquices e etc, os laranjinhas somarão a terceira derrota. Estão nas nossas mãos.

Portugal tem amanhã uma oportunidade soberana de voltar a vencer a Holanda, uma equipa recheada de estrelas, estrelas a mais. É que o “grupo de trabalho” laranja está partido após as duas derrotas, já que os barões menos utilizados culpam os outros, e naturalmente o selecionador, pelo insucesso da companhia.
V an der Vaart, que o Real Madrid em boa hora despachou para o Tottenham, tem sido dos mais ativos fora de campo e não cala a sua “indignação”. Ótimo, quanto mais se zangarem, melhor para nós.
Se não nos pusermos com medos e contenções, minhoquices e etc, os laranjinhas somarão a terceira derrota. Estão nas nossas mãosPortugal tem amanhã uma oportunidade soberana de voltar a vencer a Holanda, uma equipa recheada de estrelas, estrelas a mais. É que o “grupo de trabalho” laranja está partido após as duas derrotas, já que os barões menos utilizados culpam os outros, e naturalmente o selecionador, pelo insucesso da companhia.V an der Vaart, que o Real Madrid em boa hora despachou para o Tottenham, tem sido dos mais ativos fora de campo e não cala a sua “indignação”. Ótimo, quanto mais se zangarem, melhor para nós.Se não nos pusermos com medos e contenções, minhoquices e etc, os laranjinhas somarão a terceira derrota. Estão nas nossas mãos.

Euro passe, publicado na edição impressa de Record de 16 junho 2012