Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

A coragem de Cuca Roseta

Ao contrário do que os saudosistas apregoam, temos hoje fadistas de qualidade. O que me dá ideia, a mim que gosto de fado, é que alguns desses intérpretes, ainda jovens, “encalharam” numa espécie de limbo artístico, tão longe do céu da arte intelectual, que não os suporta, como do inferno da música comercial, que parece envergonhá-los.

Surpreendeu-me, assim, a coragem de Cuca Roseta ao expor-se em “Dança com as Estrelas”, da TVI, arriscando falhar e ter de sair pela porta dos fundos. Não falhou e deixou até o programa com tal sucesso que o retorno é certo – em matéria de produção a TVI não brinca.

Com a sua ousadia, testemunhada por 1,3 milhões de espectadores, Cuca ganhou por um lado o desdém abençoado dos presunçosos e por outro conquistou o respeito do público e aumentou a sua popularidade – e é disso que vivem os artistas.

Antena paranoica, CM, 25ABR15