A 1.ª página de Villas-Boas e o lixo

Alguns leitores têm manifestado as suas legítimas dúvidas sobre a veracidade da primeira página de Record que anunciava que André Villas-Boas será treinador do Sporting na próxima época, dúvidas essas reforçadas pelos veementes desmentidos que entretanto vieram a público.

Aconteceu o mesmo quando noticiámos em primeira mão a ida de Jorge Jesus para o Benfica. Nessa altura, não foram só os desmentidos – dos responsáveis encarnados e do próprio treinador – pois o clube da Luz anunciou até um processo judical com o qual nunca avançou.

Por isso, lanço daqui um desafio aos novos incréus: guardem a capa de Record que tanto os incomodou por mais algumas semanas. Depois, quando a realidade se impuser, só poderão ter um comentário: Record voltou a acertar.

Entretanto, não têm faltado os habituais comentários insultuosos provenientes dos cobardes do costume, escondidos atrás do anonimato, que o meu gestor social de imediato apaga, poupando-me assim à pena que constituiria a sua simples leitura em diagonal.

Mas espero continuar a contar com o valioso contributo desse lixo porque as pageviews são como os votos: não interessa de quem vêm. E contam sempre!

Partilhar

Os comentários estão fechados.