Maria Botelho Moniz ainda está verde

Júlia Pinheiro e Fátima Lopes são imbatíveis naquele período da tarde em que os seus programas lançam os dramas mais pungentes. Seguem os casos com atenção e parecem mesmo comover-se, mas não. Ou não demasiado. Impotentes perante a dor, são como médicos face a doentes incuráveis: recebem-nos com a cara número três, a do pesar profissional, ossos do ofício. Já a novata Maria Botelho Moniz está ainda verde. E esta semana ficou à beira da apoplexia ao saber, pela boca dos próprios pais, do macabro assassínio do filho. Separado da... Leia o resto →