O sonho de viver sem trabalhar

Com mais 14 mil espectadores, “A tarde é sua”, da TVI, conseguiu na terça-feira um feito raro: superiorizar-se a “Júlia”, da SIC, graças ao recurso a um golpe infalível: uma história de sexo. Fátima Lopes teve o apoio da competência de Teresa Paula Marques na condução da conversa com uma suposta vítima, no sentido moralista que os canais sempre dão aos temas escabrosos em horário “familiar”. O problema é que o guião era pantanoso. A “queixosa”, uma mulher de 27 anos – com um percurso nada exemplar no celerado “Love... Leia o resto →