Ai se fosse no tempo da Maria Cachucha!

Não vou participar no concurso de tiro ao Lage. Elogiei-o aqui tantas vezes que me sinto apenas triste pela infeliz frase com que sugeriu haver jornalistas que querem pôr outro treinador no seu lugar. Ao técnico benfiquista, que criou uma nova e muito positiva relação com a comunicação social, fugiu-lhe o pé para o chinelo a partir da altura em que deixou de ser considerado o mago que faz os milagres acontecerem. É uma reação errada, mas compreensível face às circunstâncias, pelo que prefiro encará-la unicamente como um mau momento... Leia o resto →

Adeus, Pedro

No tempo da minha breve passagem pela área da moda e dos modelos, Pedro Lima ainda não tinha chegado. E o facto de nunca lhe ter dito sequer “bom dia” impede-me de o chorar como se tivéssemos sido íntimos. Sobrou quem. Mas a sua morte trágica fez-me redescobrir a razão que me levava a gostar dele. É que não sendo um “ator com escola” – onde já vai o conceito! – e tendo como origem, ainda por cima, uma atividade em que estupidamente se julga que as pessoas não primam... Leia o resto →

Líder mantém-se e o resto idem aspas

Entre 16 tentativas de acertar no resultado na Luz, nem uma apontou sequer para um empate… E quanto à goleada do Dragão, também ninguém se quis meter nisso. Já no Codecity-Sporting, um acertou e muitos andaram perto. Ficou assim a geral: AVale 147 pontos, PASilva 161, NEncarnação 162, LSantana 166, APais 173, LJeremias e AVeríssimo 181.

Portugal precisa e merece organizar a Final Eight da Champions

Concedo: foi uma cena exagerada, desproporcionada, algo ridícula. Não era preciso tanta gente importante e tanto “pessoal menor” a pavonear-se por Belém para saudar a vinda para Lisboa da Final Eight da Champions. Sou igualmente sensível ao argumento dos “contras” que a competição não poderia realizar-se na Alemanha, para Bayern e Leipzig não jogarem em casa. Nem em França, devido ao PSG e ao Lyon estarem em prova. Nem em Itália, por causa da Atalanta, da Juventus e quem sabe até do Nápoles. Nem em Espanha, que qualificou o Atlético,... Leia o resto →

Tiro ao Centeno

Do Parlamento aos painéis televisivos, vivemos a semana do tiro ao Centeno. O ex-ministro das Finanças foi supliciado por querer fechar o seu ciclo no Executivo, como se não tivesse sido o maior obreiro da recuperação económica do país nos últimos cinco anos. Como se não tivesse conseguido o primeiro “superavit” da democracia. Como se não tivesse sido, ainda ele, o artífice de um orçamento suplementar sem cortes e sem novos impostos. E, antes de tudo, como se Mário Centeno não tivesse previsto, em 2015, o fim da crise financeira,... Leia o resto →

Andreia Vale soma e segue

Ao acertar no resultado de Alvalade, Andreia Vale passou de 13 para 16 (!) pontos o seu avanço sobre o primeiro dos perseguidores. Ficou assim: AVale 131 pontos, PASilva 147, NEncarnação 150, LSantana 154, APais 162, LJeremias 166, AVeríssimo 172, PFutre 175, RSantos e BPrata 179, RCalafate 182.

« Entradas mais antigas

 
Back to top