Pesadelo no quintal do “agricultor”

No tempo em que se ouviam expressões populares e saía barato um peixe seco – por isso conhecido por “fiel amigo” – uma das mais usadas era “para quem é, bacalhau basta”. Ou seja, para um pobre coitado, qualquer coisa serve. É o que se passa com a segunda série de “Quem quer namorar com o agricultor?”, cuja produção, bem inferior à primeira, recolhe ainda assim a preferência do público e sublinha as fragilidades da concorrência. Não que a SIC queira desrespeitar os espectadores, o que acontece é que aqueles... Leia o resto →