José Mourinho não podia ter começado melhor

Depois de demasiados meses a atravessar o deserto, José Mourinho voltou ao ativo, o que constitui uma oportunidade para os observadores de sofá. Para os que gostam do treinador – porque podem tornar a sonhar com grandes resultados desportivos. E para os que o odeiam – porque se reacende a esperança de que o mito tenha terminado. A estes últimos, lembro apenas uma realidade com a qual terão de viver: ainda que perdesse todos os jogos até ao final da carreira, Mourinho, pelo que já conseguiu, seria sempre um vencedor.... Leia o resto →