Operação Páscoa: mais uma que serviu para pouco

Com a campanha da Páscoa, repetiram-se as idas à televisão de responsáveis pela luta diária dedicada, há tantos anos, à redução dos níveis de sinistralidade rodoviária. São várias as culpas pelo insucesso dessa batalha. A legislação em primeiro lugar, talvez. Mas ela existe e já é severa. Depois, a negligência dos condutores, que bebem demasiado, abusam da velocidade, encostam o telefone ao ouvido, atrapalham-se com os cigarros, enviam mensagens, circulam com pneus carecas ou usam as ruas como se estivessem num rali. Trata-se de uma questão cultural, do resultado de... Leia o resto →