Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

A modesta exibição do Benfica significa o quê?

Ali pela hora de jogo, com o Tondela empenhado no contra-ataque e a fazer a vida negra ao Benfica, compreendi que um rasgo de Tomané – já improvável, pois estava no limite e saiu de seguida – ou uma cavalgada do venezuelano Jhon Murillo – um ex-benfiquista que… Read More