António Costa em passeio na TVI

A entrevista do chefe do Governo à TVI foi marcada pelo amadorismo – ou algum comprometimento, vá lá saber-se – do painel que fez as perguntas, numa onda cor de rosa que, não tendo sido preparada, parecia.

Mais preocupada em brilhar inter pares do que em “entalar” o primeiro-ministro, a perguntadora sobre Educação – “professora profissionalizada” (!) – debitou o rol de queixas habituais da classe contra o Executivo. E António Costa embrulhou-a com o discurso do descongelamento de carreiras, apagando-se pelo meio a questão que exigia uma resposta direta: “O senhor sabe que falta papel higiénico nas escolas?”

Na segunda parte do passeio, já com Constança Cunha e Sá e Pedro Santos Guerreiro – que Costa logo “manietou” com beijinhos e apertos de mão – manteve-se o tom de veraneio. O PM refugiou-se em análises macro e conversa redonda sempre que se lhe tocou nas feridas, caso do “family gate” que torneou como se o tema fosse o calor de agosto.

O estado de anestesia geral é de tal ordem que atingiu o próprio Costa, que acha normal o facto de ter ficado “três horas” (sic) na fila para renovar o Cartão do Cidadão. Uma revelação que confirmou o que se desconfiava: vai ficar tudo na mesma como a lesma.

Antena paranoica, Correio da Manhã, 31ago19

Partilhar

Os comentários estão fechados.