Núcleo de Teatro das CRGE: fez-se luz na companhia da eletricidade

No final de 1969, ganhava eu cerca de 700 euros, a valores atuais, na rádio, e fazia teatro amador no Clube Estefânia, quando respondi a um anúncio para encenador nas CRGE, Companhias Reunidas de Gás e Eletricidade, mais tarde EDP. Juntei uma carta de recomendação de Álvaro Benamor, meu professor no Conservatório Nacional, e fui escolhido. Por esse novo trabalho em part time pagavam-me quatro mil escudos limpos, hoje perto de 1200 euros, um luxo para os meus 23 anos. Começámos em março do ano seguinte com um texto de... Leia o resto →

Dossier has been – 40 anos depois dos maluquinhos do teatro

Núcleo de Teatro das CRGE Hoje, Dia Mundial do Teatro, quero prestar uma homenagem a velhos companheiros… Completaram-se já 40 (!) anos sobre a noite de 13 de março de 1970, data em que o Núcleo de Teatro das CRGE (mais tarde EDP) fez a sua estreia, na sede da empresa, na Rua Camilo Castelo Branco, em Lisboa. No palco improvisado no último andar do edifício foi representada a peça “Festa de Beneficência”, de Lauro António, com encenação de Alexandre Pais. Na foto, tirada nessa mesma data, vemos, da esquerda para a direita,... Leia o resto →

 
Back to top