Ricardo Ribeiro, o fadista especial

De vez em quando, quem vive da música em Portugal descobre um alegado talento que logo impinge a canais de TV, rádios e sites, ao que resta da imprensa e agora também às redes sociais. Pior do que a encomenda, só o raciocínio enviesado dos “artistas”, que nos massacram com considerações filosóficas de sua pobre autoria. Jornalistas e comunicadores enfiam, claro, os barretes. Não é destes tempos, é de sempre. Não me esqueço da campanha de há 50 anos, paga por um empresário das tintas que financiava a carreira da... Leia o resto →