A esperança de Assunção Cristas

A sondagem da Aximage para o Correio da Manhã atribuía, no início do mês, 5,4% das intenções de voto ao CDS. É com esse valor, ou com outro mais recente que lhe dá 6,6%, que em pouco mais de um ano não conseguirá duplicar – e ainda inebriada pelo bom resultado, por falta de comparência do PSD, nas eleições para a Câmara de Lisboa – que Assunção Cristas assume a candidatura a primeira-ministra. Mas essa ambição só se concretizaria com o total afundamento de Rui Rio e do seu partido... Leia o resto →

Fernando Negrão? Demasiado decente

Foi comovente e ao mesmo tempo dececionante assistir ao primeiro debate entre António Costa e o novo líder parlamentar do PSD. Comovente por se confirmar que a política pode ser melhor desde que exista vontade e um nível intelectual superior, como é o caso de Fernando Negrão, uma pessoa respeitável e respeitadora, um deputado que transitou da área da justiça, um juiz que tem da política uma visão de serviço e na vida uma postura vertical. António Costa e Ferro Rodrigues não perderam a oportunidade para o saudar e sorrisos... Leia o resto →

A maldição dos aparelhos partidários

No regresso à ribalta, António Capucho não poderia ter sido mais claro: “Estão a tentar fazer a cama a Rui Rio”. Afinal, o ex-presidente da Câmara de Cascais conhece bem essa arte, já que só não fez a cama a Passos Coelho porque lhe faltavam lençóis. Mas a lata de Capucho vai mais longe ao defender que os deputados sociais-democratas que não concordam com a linha política traçada por Rio deviam afastar-se do Parlamento – e alguns, coitados, iriam viver de quê? Curiosamente, o ex-ministro de Soares e Cavaco não... Leia o resto →

 
Back to top