Off-Side: o patinho feio chegou há 35 anos

No início da década de 80, A Bola vivia um período áureo, e a Gazeta dos Desportos e o Record lutavam mais para sobreviver. Em outubro de 1982, quando a editora CEIG lançou um semanário sobre desporto, o Off-Side, com uma linguagem diferente e conteúdos inovadores – nós dizíamos ser o outro jornal – os desportivos clássicos olharam para o recém-nascido com indiferença e sobranceria: disto só nós é que percebemos, o que é que estes tipos querem agora? Dos tipos, eu era dos mais velhos, havia muita malta nova... Leia o resto →

O grande repórter do quotidiano

Há um mês, quando vi, junto ao relvado do Restelo, o repórter-fotográfico Rui Raimundo homenagear, ao lado de outros jornalistas, um companheiro de profissão tragicamente desaparecido, voltei 32 anos atrás, ao mesmo estádio do Belenenses onde ambos jogámos, num desafio promovido pela Fundação Portuguesa de Cardiologia, a que presidia o prof. Fernando Pádua. Desse 1984, recuo ainda a 1982, ano em que, encerrado o diário Portugal Hoje, gente inconformada fundou o Off-Side, tantas vezes aqui presente. O Rui Raimundo era um dos mais entusiastas, tomava conta do secretariado mas tinha outras... Leia o resto →

Hoje é Sábado – Nené já suja os calções

Há 26 anos, o jogador salientava a “harmonia muito grande” de que a sua família desfrutava Nené é um velho conhecido. Quem se der ao trabalho de visitar o meu blog no sábado, dia em que costumo republicar estas crónicas, poderá ver também uma foto, tirada numa tarde de calor de 1984, quando eu e o jornalista João Bonzinho passeámos com o inesquecível jogador, no alto do Parque Eduardo VII, em Lisboa, antes de uma entrevista para o semanário Off-Side e para a qual o fotografámos igualmente com a mulher,... Leia o resto →

Manuel Bento: um homem na memória

Esta foto, de 1982, foi tirada num campo de treinos do Estádio da Luz, durante uma iniciativa do “Off-Side”, que consistia em desafiar os leitores a tentarem marcar um penálti ao grande Manuel Bento. A Pony patrocinou a acção, que se saldou por um enorme êxito, com umas dezenas de concorrentes a tentarem a sua sorte e só alguns a conseguirem desfeitear o guarda-redes do Benfica e da Seleção – e a poderem assim levar a bolinha como prémio. Na imagem, além de Bento e de um candidato à “Bola p’ra Casa” equipado a rigor, o diretor... Leia o resto →

Dossier has been – quando o Totobola ainda contava para o Totobola

No início do Verão de 1984, tinha o “Off-Side” um ano e meio de publicação, uma produtora de vídeo pediu-me para utilizar as instalações da redação do jornal – no Edifíco CEIG, Dafundo – para realizar um filme publicitário para o Totobola. Alguns jornalistas fizeram até figuração e as gravações duraram um dia inteiro, com repetições atrás de repetições e assistentes disto e assistentes daquilo a darem ordens como se fosse tudo deles. Acabou por ser divertido mas… ficou-me de emenda. O protagonista do anúncio, e chefe daquela redação simulada, foi... Leia o resto →

Dossier has been – A última equipa atrás da bola (1984)

A malta do “Off-Side” não só escrevia sobre futebol, corria também atrás da bola. Quando o jornal terminou, em Dezembro de 1984, foi publicada a fotografia da última equipa, que quero recordar e deixar ficar neste blog. Entre parênteses, o órgão de comunicação onde se encontram hoje. Em pé, da esquerda para a direita: Mário Fernando (diretor de informação da TSF), Rui Raimundo (A Bola), Filomena Araújo (24 Horas), Paulo, Alexandre Pais (diretor de Record), Carlos Almeida e Carlos Freitas. Em primeiro plano: Paulo Martins (chefe de redação adjunto do... Leia o resto →

Dossier has been – Os fundadores do Off-Side

Depois do sucesso de visitas aos “Campeões de 1963”, neste blog, aqui fica outra foto histórica, esta de uma equipa de nove jornalistas mais quatro… quase jornalistas. A foto é de Setembro de 1982, foi tirada no Estádio Nacional, e nela se veem os fundadores do semanário de desporto “Off-Side”, que se publicaria até 1985. Da esquerda para a direita, em cima: Joaquim Raposo, Rui Tovar, Ilídio Trindade, Marques Valentim, Carlos Andrade, Alexandre Pais e Manuel Falcão. Em baixo: Luís Rodrigues, Teresa Viana, Mário Ribeiro, João Bonzinho, José Calheiros e Rui Raimundo.... Leia o resto →

Entrevista nos 60 anos de Record (Parte 2)

RECORD – Como caracteriza a evolução do produto Record? Reconhece a existência de um período sensacionalista, outro da fase de profissionalização dos quadros e outro mais recente de procura de novos caminhos, nomeadamente de abertura a novas áreas de noticiabilidade, como sejam os temas generalistas?ALEXANDRE PAIS – Tenho alguma dificuldade em analisar as anteriores fases do Record, que não acompanhei com atenção, já que o “meu” jornal era outro. Não conheci, portanto, o “período sensacionalista” e o da profissionalização dos quadros, que julgo até estar ainda em curso. Quanto ao... Leia o resto →

 
Back to top