Piccini: um valor que o Sporting deitou fora

A calamitosa gestão de ativos do Sporting, que atingiu o auge com os desvarios provocados pelo comportamento errático de Bruno de Carvalho e cujas sequelas não param, até os bons jogadores vulgarizou. Foi o caso de Piccini – 40 jogos pelo leão em 2017-18 – vendido ao Valência por 8 milhões de euros, em julho, e que já tem uma oferta de 11 milhões de um clube da Premier League. É impressionante comparar o plantel atual com aquele que o Sporting tinha há um ano. Exigir mais nas condições presentes... Leia o resto →

Cristiano Ronaldo ainda em primeiro no top das transferências mais caras de sempre

O Record publica hoje (ver quadro abaixo) o top 10 das transferências no futebol, em que muito provavelmente entrará Mbappé como número 1, pelo menos até que chegue Neymar, com os 222 milhões de euros que o PSG se preparará para pagar ao Barcelona. O mundo do futebol enlouqueceu! Também a Marca divulgou a sua lista dos “10 mais”, com ligeiras diferenças para a do Record. Desde logo, os espanhóis incluem Zidane na lista, à frente de Di María, com os 75,5 milhões de euros que o Real Madrid pagou... Leia o resto →

Mourinho, Cristiano e o RM: um grande texto de Juanma Rodríguez na Marca

En líneas generales, y aunque el asunto admite un montón de matices, los antimadridistas sí venderían a Cristiano mientras que los madridistas no lo harían. Y, además, los antimadridistas venderían al mejor jugador del mundo por una cantidad ridícula de dinero para que, así, al desastre deportivo se le añadiera al Real Madrid otro económico. Los antimadridistas quieren lejos a Cristiano, del mismo modo que querían lejos a José Mourinho: si tiene que ser en el PSG, pues en el PSG; pero si puede ser en China o en la Liga... Leia o resto →

As grandes 1.as páginas de hoje dos dois melhores “desportivos” da Península

Capas editorialmente do mesmo nível e graficamente próximas da perfeição. Cristiano e Gelson são as duas grandes atrações do jogo desta noite em Alvalade. No caso do Record, a manchete resulta de umas páginas centrais de enorme qualidade jornalística, assinadas pelo António Bernardino e pelo Bruno Fernandes. O resto é conversa.

Gallardo

Como é meu hábito, lia no sábado o diário “Marca”, e desfrutava da excelência da crónica “Comprimidos”, que preenchia na totalidade a última página do melhor desportivo espanhol, quando dei comigo a pensar na caterva de anos que tiveram de decorrer para que o autor do texto, Juan Ignacio Gallardo, chegasse a diretor daquele jornal. Na minha década à frente do Record, o título de Madrid trocou quatro ou cinco vezes de responsável editorial, tentando que “a frescura de um novo olhar” – como Bárbara Reis definiu, no seu texto... Leia o resto →

Balonazo de los que pican, por Felipe del Campo

Egoísta, chuleta, chupón, ególatra, mal compañero, pesetero, agresivo, desequilibrado, rompevestuario, fiestero, anti español, narcisista, cuentista y llorón. Todo esto ha tenido que escuchar el mejor jugador de la historia del Real Madrid. Al mismo nivel que Don Alfredo y muy por encima de Gento, Puskas, Raúl, Kopa, Amancio, Butragueño, Zidane o Hugo Sánchez. Se le señalaba como ejemplo de cobardía y traición. Una suerte de futbolista codicioso que sólo pensaba en él. Un fichaje caro y desmedido. Un error histórico. Rendidos a la evidencia, las críticas de sus adversarios lanzadas... Leia o resto →

Vendas de “desportivos” em Espanha

Os quatro “desportivos” espanhóis atingiram, em janeiro último, vendas globais em banca da ordem dos 570 mil exemplares/dia. Em Portugal, pelas minhas contas, os três “desportivos”, terão vendido em janeiro cerca de 135 mil exemplares diários, menos 100 mil do que acontecia há 10 anos. Mas se tivermos em conta que os espanhóis são quatro vezes mais, que têm mais hábitos de leitura, que têm maior poder de compra e que é em Espanha e não em Portugal que jogam as grandes estrelas, podemos acreditar que o mercado do país vizinho seja... Leia o resto →

Comunicado de José Mourinho “contra” manchete da Marca

NOTA DE IMPRENSA Jesualdo Ferreira é um treinador com uma história no futebol português, história que começou com a sua formação académica superior e terminou com a conquista de todos os títulos nacionais. Iniciou agora uma nova etapa no futebol espanhol e fá-lo por direito próprio, pelo direito que lhe é dado pela sua experiência, pela sua competência e pelos resultados que obteve. Com Jesualdo Ferreira, a quem respeitosamente trato por Professor – também pelo facto de ter sido docente na minha Universidade – tenho uma óptima relação pessoal, que... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top