Moniz e Dinis

Durante quase três anos, a política de recuperação de rendimentos de António Costa fez a vida negra à oposição. Mas as greves sucessivas de 2018 adubaram o terreno antes infértil da alternativa democrática, sem que Rui Rio crescesse nas sondagens ou que elas expressassem os desacertos do Governo. E foi preciso a comunicação social reforçar a sua missão de contrapoder – tarefa em que a CMTV têm estado praticamente só – para que se atacasse com maior intensidade a consequência perversa da propaganda: a dificuldade dos cidadãos em distinguirem a... Leia o resto →

Os dois obstáculos de Manuela Moura Guedes

Três anos após as últimas aparições regulares em televisão, na RTP, Manuela Moura Guedes voltou na segunda-feira, no Jornal da Noite, da SIC. Olhando as audiências, o regresso correu bem, já que recolheu a preferência de 1,2 milhões de telespectadores e bateu o concorrente direto, Miguel Sousa Tavares, agora na TVI, invertendo a liderança do canal de Queluz, com o Jornal das 8, que superou o da SIC por escassa margem. O resultado da estreia reflete o interesse do público pelo reaparecimento de uma mulher de personalidade forte e sem... Leia o resto →

A barca infernal

Em “Barca do Inferno”, da RTP Informação, a comissária do PSD soma todas as eleições de Cavaco e Soares para os colocar a par, com 15 milhões de votos cada, estrambólica coisa. E ao sublinhar os 2,7 milhões do Presidente na primeira eleição e omitir que Soares obteve 3,5 milhões ao ser reeleito, Sofia Rocha revela a sua qualidade. O caso de Raquel Varela é mais grave, trata-se de uma historiadora capaz de deturpar a História – diz que Mário Soares fez parte do Movimento de Capitães! – e usar... Leia o resto →

 
Back to top