Isto está a correr mal aos arrivistas do Sporting

Com vários despedimentos consecutivos, uma falta de sorte recorrente e o trabalho encalhado aos 58 anos, quis o destino que José Peseiro apanhasse aquele comboio que raramente apita duas vezes. Saiu-lhe Sousa Cintra na condução da máquina e o treinador voltou a carregar na mala de viagem os seus melhores argumentos: sabedoria, experiência, seriedade, dedicação e um conhecimento profundo do futebol português. Os pozinhos da fortuna, esses, sabe lá ele por onde andam! Encontrou Peseiro uma constelação de estrelas em fuga, um plantel esfrangalhado, uma SAD convalescente e um clube... Leia o resto →

De Baiano a Marcano: uma simples reflexão

Uma palavra rápida para a vitória do Sp. Braga na Taça de Portugal e para o excelente desempenho, no onze titular, do defesa Baiano, um dos 15 ou 20 brasileiros que uma das mais desqualificadas, incompetentes e nefastas direções da história do Belenenses contratou de uma assentada. aqui há anos, com trágicas consequências. Havia até um (só um?) contratado que se dizia trabalhar nas obras e praticar futebol nas horas vagas… Depois, quando foi preciso regressar à Terra e arrumar a casa, dispensou-se o contingente todo, atirando fora os bebés com a água... Leia o resto →

 
Back to top