O dia em que Acuña voltou do exílio

Tiago Fernandes, de cabeça fresca, viu de imediato o que nos parecia absurdo mas que José Peseiro teimava em ignorar: a qualidade de Acuña exangue no exílio da lateral. E ontem, em São Miguel, um rosto novo, uma mudança inteligente, uma energia recarregada e a atitude dos jogadores – sempre eles! – fizeram a diferença. Para ser sincero, também me apetece defender José Peseiro, que em quatro meses no Sporting e perante circunstâncias particularmente difíceis cumpriu uma tarefa responsável e abnegada que merece elogios. Abandonado pela nova direção leonina –... Leia o resto →

Vitória, Peseiro, Lopetegui: não há treinadores para sempre

Imagem muito própria do futebol português aquela que a TV nos deu no sábado: Silas e o adjunto Zé Pedro, técnicos sem carimbo oficial, a trocarem pontos de vista no Jamor, dentro da cabina de acrílico do banco de suplentes. Cá fora, o porta-voz autorizado, Tiago Teixeira, treinador principal faz de conta, transmitia para o campo as instruções do boss. Foi este trio de raposas de currículo ainda modesto que montou a teia tática em que o Belenenses SAD – hoje, por respeito à fantástica atitude dos jogadores de cruz... Leia o resto →

Do respeito de Rui Vitória ao azar de José Peseiro

O discurso ressabiado de Rui Vitória a exigir “respeito”, que ele vai repetindo de nenúfar em nenúfar, tem tudo para dar errado – porque afasta o foco do que realmente interessa e aguça o engenho dos que o criticam semana sim, semana sim. E faz com que engrosse o número dos que lhe rezam pela pele, talvez sonhando com o regresso de Jorge Jesus à Luz em janeiro. Ainda há dez dias, depois do empate em Chaves, tudo parecia negro para Vitória, com AEK e FC Porto a surgirem como... Leia o resto →

Nani errou mas Peseiro exagera

José Mourinho perdeu os jogadores, ou boa parte dos que contam, e parece missão impossível reverter a situação do Manchester United, que à sétima jornada da Premier está a 9 pontos dos líderes Manchester City e Liverpool. Ótimo momento o que se avizinha para aqueles inimigos de Mou cuja existência se resume a manter a esperança de o ver falhar… E quase o mesmo se passa com Leonardo Jardim, que paga, com o Monaco na zona de descida da Ligue 1, os 400 milhões de euros de lucro que a... Leia o resto →

Isto está a correr mal aos arrivistas do Sporting

Com vários despedimentos consecutivos, uma falta de sorte recorrente e o trabalho encalhado aos 58 anos, quis o destino que José Peseiro apanhasse aquele comboio que raramente apita duas vezes. Saiu-lhe Sousa Cintra na condução da máquina e o treinador voltou a carregar na mala de viagem os seus melhores argumentos: sabedoria, experiência, seriedade, dedicação e um conhecimento profundo do futebol português. Os pozinhos da fortuna, esses, sabe lá ele por onde andam! Encontrou Peseiro uma constelação de estrelas em fuga, um plantel esfrangalhado, uma SAD convalescente e um clube... Leia o resto →

De Baiano a Marcano: uma simples reflexão

Uma palavra rápida para a vitória do Sp. Braga na Taça de Portugal e para o excelente desempenho, no onze titular, do defesa Baiano, um dos 15 ou 20 brasileiros que uma das mais desqualificadas, incompetentes e nefastas direções da história do Belenenses contratou de uma assentada. aqui há anos, com trágicas consequências. Havia até um (só um?) contratado que se dizia trabalhar nas obras e praticar futebol nas horas vagas… Depois, quando foi preciso regressar à Terra e arrumar a casa, dispensou-se o contingente todo, atirando fora os bebés com a água... Leia o resto →

 
Back to top