Líder aumenta vantagem para 10 e… 21 pontos!

Com os dois primeiros jogos disputados, eu tinha subido a 3.º no TotoRecord e a Luísa Jeremias– a única a acertar em cheio no 0-0 do Dragão –aumentara de 8 pontos para 16 (!!!) o seu avanço sobre o 2.º, Rui Calafate. Mas o confronto entre Vitórias (1-2) beneficiou quem acertou no resultado – Rui Calafate, Bruno Prata, Andreia Vale, Nuno Santos e Carlos B. Cruz – pelo que a Luísa fica “apenas” com 10 pontos de avanço sobre Rui Calafate e eu tenho de “dividir” o 3.º lugar com... Leia o resto →

O belo, a besta (e Mascherano!) e o mal-amado de Camp Nou

O milagre do Barcelona, sim tratou-se de um milagre, só foi possível pelo talento e inteligência de um jogador que tanto se acusa de ter pouca cabeça: Neymar. Sim, foi ele que, com aquele grande golo aos 88-minutos-88, iniciou a cavalgada que aniquilaria o PSG. Mas o milagre do Barça também só foi possível porque ao talento de outro jogador faltou a inteligência que se lhe tolhe, aliás, muitas vezes: refiro-me a Di María. Isolado na frente de Ter Stegen, aos 85 minutos, atirou a bola ao lado – Mascherano disse,... Leia o resto →

Dois terços do futebol português estão no norte do País

A descida ao Nacional de Seniores de quatro equipas do sul do País – Oriental, Atlético, Mafra e Farense – e apenas uma do norte – a Oliveirense – acentua ainda mais o domínio geográfico nortenho do futebol português. Na próxima época, estão garantidas no escalão secundário 13 emblemas do norte, contando já com um promovido, Vizela ou Fafe, um do centro, a Académica, um dos Açores, o Santa Clara, e cinco do sul – Benfica, Sporting, Portimonense, Olhanense e o já promovido Cova da Piedade. Completarão os 22, o... Leia o resto →

A crise é uma oportunidade para mudar. E o futebol?

Em Inglaterra, os clubes que não tiveram as suas partidas adiadas por causa da neve jogam três vezes numa semana em plena época de festas e no próprio dia de Ano Novo. E os estádios, claro, estão cheios como ovos. Já em Portugal é o marasmo que se conhece, tudo serve para suspender o campeonato, a consoada e a lareira são sagradas, e quando se vê alguma vontade de jogar lá vem a entendiante Taça da Liga, com dois ou três monótonos desafios que não interessam nem ao menino Jesus.... Leia o resto →

Acreditem, foi o que aconteceu

  Creio que foi um antigo professor dos Salesianos que me ensinou que devemos esperar tudo das pessoas para não nos desiludirmos demasiado. Se estivermos perante um querubim, um autêntico modelo de virtudes, é bom que admitamos que pelo meio do chilrear dos passarinhos e do murmúrio das águas das fontes possa surgir uma quebra e uma atitude canalha. Do mesmo modo, é possível que provenha, de um biltre, um gesto nobre. Tenho-me servido desta lição ao longo do meu caminho, até porque me reparti pelos dois lados da barricada e assinei... Leia o resto →

Dossier has been – Assim escrevia um mito: Ricardo Ornellas

Ricardo Ornellas, “mestre da crónica do futebol”, escreveu para “Selecções Desportivas” – em Setembro de 1951, ver post Primeira edição (2) – uma série de reportagens acerca da sua viagem, em maio, ao Festival Britânico. Nesta “modelar de observação” ocupa-se do encontro Inglaterra-Argentina. Na casa do futebol britânico Conhece-se a razão por que a Grã-Bretanha convidou este ano, para jogarem na sua Ilha, umas quantas selecções de países continentais e muitas equipas do clube da mesma procedência. Sofridas várias derrotas pelos seus representantes e por equipas das Ligas no estrangeiro, as Associações de Futebol... Leia o resto →

O abismo

Prossegue a longa agonia do futebol português. A Liga de Honra, a cujos jogos sensaborões vamos assistindo em transmissões televisivas igualmente entediantes, está com uma média de espectadores inferior a 900, no final da primeira volta. Na Taça da Liga, uma boa ideia mal concretizada, os desafios parecem decorrer à porta fechada, tão pouco significativas têm sido as assistências. O último V. Guimarães-Benfica, um clássico do nosso futebol, foi visto por uma plateia de 4 mil pessoas, e às sempre despidas bancadas do Municipal de Leiria nem 3 mil adeptos... Leia o resto →

 
Back to top