Aos 90+3 o fantasma do Zé dos Frangos foi visto no Restelo

O Belenenses fez ontem um bom jogo contra o Sporting. Não ganhou porque não tem um ponta de lança, só tem armandinhos. E sofreu o golo da derrota a dois minutos do fim, o costume. Se eu tivesse uma nota de 100 euros por cada situação destas que já vivi no Estádio do Restelo, não estaria rico mas andaria perto. Recordo como se tivesse sido ontem um Belenenses-Sporting da época de 1961-62, já no Restelo, em que jogámos também de igual para igual com os leões e quando parecia que... Leia o resto →

Dossier has been – Em defesa do Costa dos Frangos, que era um fabuloso guarda-redes

Irrita-me ver esta fotografia, que Record voltou a publicar na edição do último sábado. Ela fixa o momento mais aziago da história de um grande guarda-redes: Alberto da Costa Pereira (1929-1990). Como consequência deste golo, em que a bola, rematada pelo brasileiro Jair, lhe passa por baixo das pernas a caminho da baliza, o Benfica perdeu a sua quarta final europeia, frente ao Inter de Milão (1-0), que jogava em casa. De regresso a Lisboa, e para “suavizar” a ira dos adeptos, o guarda-redes encarnado deixou o aeroporto da Portela sentado numa cadeira de rodas,... Leia o resto →

 
Back to top