O milagre das rosas no regaço de Bruno Lage

Goleada das antigas, das muito antigas, na Luz, para consagrar o conceito sábio que nos diz ser a mudança que surge com o final dos ciclos que faz avançar o Mundo. Com todo o respeito por Rui Vitória, foi a chamada de Bruno Lage ao comando da turma principal que permitiu o milagre das rosas que transformou o futebol do Benfica, sem ser preciso tapar o caminho aos bebés da Academia: ontem, Ferro foi titular – lamento, vale por dois Conti! – e Florentino entrou ainda a tempo de revelar... Leia o resto →