O que falta no futebol português é um gesto de grandeza

Tive de chegar ao final da entrevista de Rui Pedro Soares, na edição de Record de sábado, para encontrar a melhor frase do seu depoimento e uma das poucas em que o discurso me pareceu razoável: “Estamos a fanatizar uma geração!” Imediatamente antes, o diretor da SAD azul justificava a opinião com “o mal que está na ser feito ao futebol e o ódio que está a ser introduzido”, por culpa dos três “grandes”, diz, e da “guerra mediática” que promovem e que “prejudica” os outros 15 clubes da liga.... Leia o resto →

Bruno de Carvalho na TVI: um serão de amigos

Com a sua “entrevista” à TVI, Bruno de Carvalho arranjou mais um processo, pois estando suspenso por 113 dias (!) não poderia falar à comunicação social… Não sendo sportinguista, não sei se me ria ou se chore com esta “justiça” desportiva que não tem ponta por onde se pegue. O presidente do Sporting não esteve, aliás, na TVI para as habituais polémicas, mas antes a iniciar a campanha para as eleições de 2021, 2025 e por aí fora. É que depois de um quarto de hora de perguntinhas de José... Leia o resto →

Afinal, enganei-me: foram só 9 a 1

Não alimentem ilusões: se os dados forem os que estão hoje sobre a mesa, a 4 de março vão ser 10 a zero – escrevia eu aqui no passado dia 30 de janeiro, ainda a procissão ia no adro. Havia duas hipóteses: ou Pedro Madeira Rodrigues fazia uma campanha em crescendo, apresentando um programa inovador e construindo uma imagem de solidez e serenidade, ou se limitava a anunciar intenções e acabava por descambar na crítica crua, tanto mais descontrolada quanto maior fosse o desespero. Optou pela segunda hipótese e perdeu... Leia o resto →

Madeira Rodrigues chamou Bruno de Carvalho à subcave

Já aqui referi as escassas possibilidades de Pedro Madeira Rodrigues de vir a ser presidente do Sporting. Nos últimos dias, o candidato da oposição comportou-se de forma a piorar ainda mais a sua já difícil situação. Não lhe bastando andar por aí com um discurso vago e sem apresentar sequer um programa para a ação que pretende vir a desenvolver no clube e na SAD, resolveu endurecer o discurso com insinuações de caráter pessoal. Essa nova postura teve duas consequências imediatas: não o fez ganhar um único voto e despertou o pior de Bruno... Leia o resto →

A 4 de março vão ser 10 a 0

Passei ontem junto ao Estádio José Alvalade e tive a agradável surpresa de ver derrubado o tapume que existia há anos nuns terrenos contíguos e de poder observar, enfim, a “obra de regime” de Bruno de Carvalho: o Pavilhão João Rocha, uma velha aspiração das modalidades sportinguistas. Lembrei-me logo, claro, da polémica em torno de Fernando Medina, que teve de escolher entre deixar partes da capital a apodrecer e ser apontado pelo desleixo, ou encher meia Lisboa de estaleiros e ser desancado por isso. Mas é sempre melhor errar, fazendo,... Leia o resto →

Madeira Rodrigues não tem condições

Vi há dias num desses painéis dedicados ao futebol, que se espalham hoje por quase todos os canais da nossa TV, uma espécie de entrevista ao (até agora) único rival de Bruno de Carvalho nas eleições para presidente dos leões. Creio que Madeira Rodrigues prestou um bom serviço ao seu clube e aos seus eventuais eleitores ao revelar de forma tão crua o que eu, digo-o sinceramente, ainda não tinha descoberto: a sua falta de condições para liderar o Sporting. Por um lado, o candidato foi ingénuo ao cair na armadilha de... Leia o resto →

Bruno de Carvalho expôs os jogadores à turba

E de degrau em degrau, o Sporting prossegue a sua descida aos infernos. A eliminação da Taça é apenas a sequência lógica da instabilidade permanente que Bruno de Carvalho acabou por transmitir à equipa. Depois de um período inicial em que reduziu o passivo, arrumou a casa e voltou a pôr Alvalade no mapa, a agressividade do presidente, sem pausas e investindo contra tudo e contra todos, contaminou a equipa e meteu os jogadores no olho do vulcão. E ao deixar os capitães de equipa prestar contas a grupos de adeptos irados e sem mandato,... Leia o resto →

Bruno de Carvalho gosta de carne tenra

Começou bem: o primeiro candidato a prometer apresentar-se às eleições do Sporting, após a derrota frente ao Sp. Braga, em Alvalade, acompanhou a noite da notícia com uma mensagem pseudo-intimidatória para Bruno de Carvalho – “Não sou pessoa de desistir”. No dia seguinte, logo pela manhãzinha, não fosse o tempo decorrido comprometê-lo em excesso, alguém por ele anunciou a desistência. É com esta carne tenra que se estraga em poucas horas que o presidente leonino sabe estar a lidar, gente respeitável mas de mais parra do que uva. Daí a aparente simpatia com que acolheu a... Leia o resto →

Boas Festas no Carnaval e também na Páscoa

Foi arrancado a ferros, com uma vítima provável, o Belenenses, cliente habitual a pagar faturas de derrotas ao cair do pano. A verdade é que o Sporting, com o golo serôdio de Bas Dost – nascido da classe enorme de Campbell, essa é que é essa – pode bem ter iniciado o percurso da recuperação. Interessa pouco o folclore que vai da cara para morrer do capitão Adrien ao receber as “boas festas” dos adeptos na Academia, até à volta ao redondel de Bruno de Carvalho, no Restelo, no final... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top