Que clube tem o recorde de golos num jogo oficial em Portugal? Ah, pois é!

O Benfica ganhou por 10-0 ao Nacional e os jornalistas foram ao baú procurar antecedentes. Mas é preciso ir lá bem ao fundo, aos anos 40, para encontrar a equipa mais goleadora do futebol português, o Belenenses, ah pois é! Quinze golos à Académica: eis o recorde que é preciso bater. (in Twitter, por @Belenenses1919)

O maior erro da vida de Cristiano Ronaldo

Escrevo esta crónica após três dias a ouvir e a ler que a contratação de Cristiano Ronaldo pela Juventus estava “por horas”. Vou admitir, assim, que o leitor continue hoje à espera daquela que será uma boa notícia para a Juventus e para Jorge Mendes, mas péssima para o Real Madrid e para o craque português. Para o clube porque renuncia, estupidamente, à sua maior referência, um jogador na plena posse das raríssimas capacidades que o tornam único e que marcou, em nove épocas, 451 golos em 438 jogos –... Leia o resto →

Raul Figueiredo ou a luta contra o esquecimento

Filho do famoso Raul Soares de Figueiredo, Tamanqueiro – futebolista internacional que brilhou no Olhanense e no Benfica – Raul António Leandro de Figueiredo, que por estes dias completou 88 anos, pouco diz hoje, aliás como o pai, aos adeptos do desporto-rei. Ele fez parte das equipas do Belenenses que iluminaram a minha década de 50 com o vibrante futebol que eu via nas Salésias. Jogou ao lado de Matateu e Di Pace, e chegou também à Seleção Nacional. Era um central de grande poder físico e de uma entrega... Leia o resto →

Um texto lúcido de um belenense sobre a situação no nosso clube

(Por Nuno Perestrelo, in Facebook, com a devida vénia) Aqui há dias opinei que o divórcio entre Belenenses e Codecity (empresa que tem 51 por cento da SAD) era inevitável. Disse-o na sequência de um desastrado comunicado publicado na página da SAD em véspera de uma Assembleia Geral do clube. Depois deste dia o espetáculo público roça a degradação: o líder da SAD agita na TV penhoras e perigos de venda de terrenos (problema que não diz respeito à SAD; e foi desmentido em direto); anuncia que não vai negociar... Leia o resto →

No tempo em que il Mago passou pelo Belenenses

O mais relevante dos fatores que caracterizam um grande treinador de futebol é a sua capacidade para fazer magia: com jogadores menos cotados, conseguir vencer as melhores equipas do Mundo. Ainda hoje, por muito que os resultados globais favoreçam Guardiola, o maior mérito de Mourinho foi ter conseguido travar a hegemonia do Barcelona de Pep, talvez o melhor onze da história. Pensei nisso quando vi, há precisamente um mês, no Estádio Bernabéu, o Barça de Ernesto Valverde ganhar (3-0) ao Real Madrid, o mesmo RM que em agosto triunfara em... Leia o resto →

Afinal, o “caso Camará” não foi longe

No seguimento do conflito que opôs o ex-capitão do Belenenses, Abel Camará, a alguns adeptos, no final da última época, recebi de um prezado consócio o e-mail que a seguir reproduzo na íntegra. Boa tarde, caro Alexandre Pais O “caso Camará” tem novos desenvolvimentos que resultam de declarações prestadas pelo jogador à Bola TV. Pode ver aqui: https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1856477471336281&id=1797488960568466 Se bem se recorda, na sequência dos acontecimentos ocorridos após o jogo com o Paços de Ferreira foram produzidas notícias incríveis, com referências a tentativas de agressão à senhora grávida e apresentando... Leia o resto →

A diferença entre insultar ou apoiar os jogadores

Não vale a pena sobrevalorizar a capacidade do treinador, a excelência da gestão ou o entusiasmo dos adeptos, tudo fatores importantes e que podem existir ou não: quem vai para o campo e ganha ou perde os desafios são os jogadores. Após a provocação de alguns anormais a Camará e à mulher – que aos insultos responderam com insultos, ninguém é de ferro –, no final da última derrota do Belenenses no Restelo, cerca de 70 associados dos azuis abordaram civilizadamente os futebolistas antes de um treino, reclamaram o que tinham... Leia o resto →

Em defesa de Abel Camará

Agora não vou a tempo, já paguei as quotas do ano todo. Mas para janeiro fica prometido: se o “divórcio” entre a direção do Belenenses e a SAD se mantiver, esqueço-me que sou sócio há 60 anos e “desarrisco-me”. Porque é essa situação de animosidade recíproca, essa aberração nascida de incompetências acumuladas ao longo de décadas que criou o ambiente inquinado que permite a meia-dúzia de energúmenos insultarem, e tentarem até agredir o capitão da equipa, Abel Camará, e a sua mulher (!) – uma ação miserável, bem ao nível... Leia o resto →

Um fim de semana de horror futebolístico

Como adepto do Belenenses habituei-me a sofrer até ao dia em que percebi que só o que me restava era a dor, pelo que não valia mais a pena sofrer. Assim, acho normal a ampla derrota no Funchal – a sexta consecutiva (!) na Liga – como me parece natural a opção da SAD pelos dois últimos treinadores. Aliás, desde que dispensou Lito Vidigal e não quis também ficar com Jorge Simão, para ir contratar Sá Pinto, que Rui Pedro Soares não acerta uma. Veremos o fim da história. Como... Leia o resto →

Belenenses com defesa de veludo

Alguns dos meus prezados consócios e adeptos em geral do Belenenses andam superativos nas redes sociais. Uns a favor do presidente Patrick, outros em defesa de Soares, uns sonhando com a Liga Europa e até com a grandeza de outrora, outros preocupados com uma eventual despromoção e recordando desgraças passadas, uns atirando-se aos árbitros – em Moreira de Cónegos, há uma semana, foi um “roubo de igreja” –, outros defendendo a contratação urgente de (ao menos) um ponta de lança – temos o pior ataque do campeonato. À sua maneira, a razão chegará... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top