Cristina Ferreira é tão conhecida em Cannes como em Badajoz

Noutros tempos, Herman José dizia que adorava ir a Badajoz porque lá ninguém o conhecia. É o que se passa ainda hoje com as nossas primeiras figuras da TV e do showbiz, regra quebrada há pouco por Salvador Sobral. Mas serão necessários uns anos para se ver se a sua carreira terá dimensão lá fora ou se ele acabará na vasta lista de vencedores do Festival da Eurovisão de cujos nomes já não nos recordamos.

Saltou-me isto à ideia ao verificar agora como à narrativa da TVI, que não falha na sua propaganda, se associaram alguns órgãos de informação, vergados à suposta presença de Cristina Ferreira e Rita Pereira no Festival de Cannes. E confundindo, diria que sem ingenuidade, o clássico desfile das estrelas internacionais na passadeira vermelha com umas fotos de streetstyle, pelo meio dos passantes indiferentes, divulgadas nas redes sociais – como fazem, aliás, centenas de starlettes que desesperam por notoriedade.

Em Cannes não para o célebre certame de cinema mas à boleia dele para promoverem gelados, não duvido que Cristina e Rita, se fosse o caso, fariam boa figura na passadeira, melhor até que muitas petites vedettes mal enjorcadas que a percorrem. Mas não sejamos saloios: para lá de Badajoz, ser famoso é outra conversa.

Observador, Sábado, 1JUN17

Partilhar

Os comentários estão fechados.