O adeus ao Manel num sábado terrível

Foi um dia maravilhoso para os benfiquistas: de tarde, ganharam, no Jamor, a Taça de Portugal do futebol feminino, e conquistaram, na Luz, o campeonato, e à noite e de madrugada festejaram os êxitos pelas ruas de Lisboa. Mas foi igualmente um sábado amargo para os lisboetas, pois às movimentações – e aos carros que a euforia encarnada fez entrar na capital – juntaram-se as famílias dos milhares de quase licenciados que vieram para a bênção das fitas. Nem Isaltino de Morais, ao fechar a Marginal para as corridinhas dos... Leia o resto →