Rafa e Samaris já não são pesos mortos

Andava no ar uma nuvem que parecia cinzenta. Com tantos êxitos sucessivos, o mais natural seria que o Benfica baqueasse no Dragão. Mas os deuses gostam pouco de cálculos de probabilidades e o FC Porto perdeu. Ficou tudo dito sobre o jogo e foram tecidas todas as loas a Bruno Lage. Faço, assim, a abordagem por outro lado: admiro o homem pela maneira como recupera jogadores, para mim uma das qualidades mais admiráveis que um treinador pode ter. Porque não basta ir buscar jovens à equipa B, e ter sucesso... Leia o resto →