A um ponto da liderança

Faltou um golo do Sporting para que eu recuperasse a liderança… Mesmo assim, aproximei-me, estou agora apenas a 1 ponto da frente e mantenho os 5 que me separavam do terceiro. RSantos 107, APais 108, BPrata 113, NEncarnação 115, LSantana 116, CRodrigues 118 pontos. Agora, venha de lá o dérbi!

Renan irá ser um dos grandes guarda-redes do Sporting?

Nenhum outro clube em Portugal teve tantos grandes guarda-redes como o Sporting. Dos sete que incluo na galeria de ouro do emblema de Alvalade só não vi jogar João Azevedo, de quem o meu querido pai dizia maravilhas. Pude, sim – eu que fui fã do inesquecível José Pereira, pássaro azul e génio das balizas – vibrar, ao longo de décadas, com exibições fantásticas destes seis: Carlos Gomes, Vítor Damas, Tomislav Ivković, Peter Schmeichel, Ricardo e Rui Patrício. Com a partida do titular da Seleção para Inglaterra, o Sporting entrou... Leia o resto →

SIC despreza três décadas de formação de opinião

Se o princípio de um ano convida à mudança, a transferência de serviços para instalações mais modernas funciona como gerador de criatividade e de descoberta de novas energias. É o que parece estar a acontecer na SIC, que ao sair de Carnaxide para o edifício de Paço de Arcos aproveita para fazer um “refresh” no canal de notícias, o tal que a estação apresenta, falsamente, como líder na informação. No início desta semana – só para dar um exemplo recente – a CMTV obteve uma audiência muito superior à de... Leia o resto →

O Abel, as algemas, a rolha e a Venezuela

Antes da meia-final da Taça da Liga, Abel Ferreira disse: “Vou passar a ver os jogos com algemas”. Tratava-se, obviamente, de uma graça, mas depois da figura que fez na conferência de imprensa a seguir ao desafio com o Sporting, o treinador do Sp. Braga precisava era de uma rolha na boca. Durante e após os jogos. Durante, para não se pôr aos gritos, exasperado pela anulação de um golo, sem ter visto sequer as imagens do lance. Protesta porquê? Só porque sim? E no final dos jogos a rolha... Leia o resto →

Hoje não foi outra vez segunda-feira

Que domingo irritante! Roger Federer foi afastado do Open da Austrália depois de ter desaproveitado – notem bem – 12 oportunidades de quebrar o serviço do adversário. Ronnie O’Sullivan perdeu o Masters de snooker por ter deixado Trump – o bom, atenção – chegar aos 7-1, vantagem irrecuperável. E eu tive um probleminha de saúde que me impediu – coisa rara nos últimos 16 anos – de honrar o meu compromisso com o Record e com os leitores. Moral da história: celebridades globais ou escribas da rua deles, não há... Leia o resto →

O carro do amor ou o carro do circo?

Quando se estreou, “O carro do amor”, da SIC, parecia dar continuidade ao êxito de “Casados à primeira vista”, até por ter mantido Diana Chaves e os especialistas do “dating show” anterior com maior capacidade de comunicação: Cris Carvalho e Eduardo Torgal. Já a TVI, com “O primeiro encontro”, apresentou apenas o trunfo Fátima Lopes e um príncipe do nada, procurando somente o entretenimento, sem lhe juntar, como fez a SIC, alguma formação comportamental que valorize os conteúdos e ajude a iniciar relações amorosas, não na televisão mas na vida.... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top