Casados e obrigados a ser porcos

Ao contrário do que se possa pensar, o sucesso de “Casados à primeira vista” entre nós não resulta apenas do conceito original, já que a SIC o adaptou à realidade portuguesa – e à captação de audiências – com os “diários”, os “extras” e a introdução, no conteúdo, de uma forte componente de “reality show”, expressa nos repetidos jogos de “grupo”. Nem tudo são rosas nesse percurso, como vimos esta semana nas peripécias na mata, um trabalho lamentável que fez recuar o campismo mais de meio século e que deu,... Leia o resto →