Vitória, Peseiro, Lopetegui: não há treinadores para sempre

Imagem muito própria do futebol português aquela que a TV nos deu no sábado: Silas e o adjunto Zé Pedro, técnicos sem carimbo oficial, a trocarem pontos de vista no Jamor, dentro da cabina de acrílico do banco de suplentes. Cá fora, o porta-voz autorizado, Tiago Teixeira, treinador principal faz de conta, transmitia para o campo as instruções do boss. Foi este trio de raposas de currículo ainda modesto que montou a teia tática em que o Belenenses SAD – hoje, por respeito à fantástica atitude dos jogadores de cruz... Leia o resto →

Novo líder e primeiros nove separados por 5 pontos

Há novo líder e continuo na luta. Classificação dos nove primeiros após a 8.ª jornada: LSantana 44 pontos, RSantos 46, APais e NEncarnação 47, BPrata e NSantos 48, PASilva, AVale e RCalafate 49 pontos. Nove artistas separados por 5 pontos… promete!

O abraço de Fátima Lopes ao Chico Chicaia

Não sou fã de Fátima Lopes e da sua tendência para a lágrima fácil. Mas não me deixo levar por opiniões definitivas, nem alimento antipatias primárias. Por isso, não encarei agora o “show off” da apresentadora com um sem abrigo – no “A tarde é sua”, da TVI – de pé atrás, do género “lá está ela a trabalhar para a imagem de boazinha”. Ao contrário, protesto há imensos anos – talvez há milhares de crónicas, ai, ai… – pela indiferença de tantas figuras públicas que fecham os olhos ao... Leia o resto →

As sete nuvens de fumo de Florentino Pérez

O PSG dispensou-o de participar na goleada ao Amiens e Neymar passou o fim de semana em passeio. Começou em Peniche, no surf, para apoiar o amigo Gabriel Medina e acabou em Barcelona para desfrutar do domingo na companhia de outro amigo, o médio Arthur, agora no Barça. É caso para dizer: rica vida! Era este jogador genial, e de personalidade inconstante, que Florentino Pérez sonhava ver no Real Madrid para tapar o buraco aberto pela partida de Cristiano Ronaldo. Teria talvez evitado as clareiras que hoje se veem no... Leia o resto →

Pesadelo arrasador: a necessidade é mais forte que a vergonha

A meio de “Pesadelo da Cozinha”, a TVI brinda-nos, em 18 minutos, com 15 de publicidade! A fórmula é simples: um espaço comercial de 1 minuto e 37 segundos seguido por três (!) minutos de programa e mais um bloco superior a 13 minutos de anúncios e promoções. Parece um exagero e se calhar é, mas tudo resulta do êxito do “Pesadelo”, que no domingo continuou, arrasador, na liderança do dia, com 1,27 milhões de espectadores de audiência média e 22,7% de share. Apontei aqui com alguma ingenuidade, no final... Leia o resto →

Fernando Santos: o engenheiro geracional

Uma palavra de apreço é devida à Seleção e ao notável trabalho de renovação protagonizado por Fernando Santos. Disputar duas partidas fora e ganhá-las com clareza sem ter, no grupo de 25, jogadores da qualidade de Ricardo Quaresma, João Moutinho, Anthony Lopes, Rafael Guerreiro, Manuel Fernandes, Bruno Alves, Gonçalo Guedes, André Gomes, Ricardo Pereira ou Gelson Martins, para nem sequer valorizar a ausência de Cristiano Ronaldo – e só nesta “short list” são 11 os “excluídos” – é proeza tanto maior quanto, ao contrário do que muitas vezes sucede, a... Leia o resto →

Os dois obstáculos de Manuela Moura Guedes

Três anos após as últimas aparições regulares em televisão, na RTP, Manuela Moura Guedes voltou na segunda-feira, no Jornal da Noite, da SIC. Olhando as audiências, o regresso correu bem, já que recolheu a preferência de 1,2 milhões de telespectadores e bateu o concorrente direto, Miguel Sousa Tavares, agora na TVI, invertendo a liderança do canal de Queluz, com o Jornal das 8, que superou o da SIC por escassa margem. O resultado da estreia reflete o interesse do público pelo reaparecimento de uma mulher de personalidade forte e sem... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top