Um grande trambolhão

Não me correu bem.  Tinha posto 1-1 no dérbi e à última hora fiz asneira. Rui Calafate, que acertou no resultado de dois jogos, é o novo líder e eu desci para oitavo, é a vida. Melhores dias virão.

Isto está a correr mal aos arrivistas do Sporting

Com vários despedimentos consecutivos, uma falta de sorte recorrente e o trabalho encalhado aos 58 anos, quis o destino que José Peseiro apanhasse aquele comboio que raramente apita duas vezes. Saiu-lhe Sousa Cintra na condução da máquina e o treinador voltou a carregar na mala de viagem os seus melhores argumentos: sabedoria, experiência, seriedade, dedicação e um conhecimento profundo do futebol português. Os pozinhos da fortuna, esses, sabe lá ele por onde andam! Encontrou Peseiro uma constelação de estrelas em fuga, um plantel esfrangalhado, uma SAD convalescente e um clube... Leia o resto →

 
Back to top